terça-feira, 3 de novembro de 2009

CARTA AOS FISIOTERAPEUTAS


CARTA ABERTA DOS FISIOTERAPEUTAS BRASILEIROS SOBRE A CRISE DA FISIOTERAPIA BRASILEIRA

Em defesa da saúde da população brasileira, fisioterapeutas e entidades de classe congêneres vêm, por meio deste documento, expor um ALERTA SOCIAL referente à crise que acomete o presente e o futuro da assistência fisioterapêutica à comunidade brasileira, no âmbito público (SUS) e privado (planos de saúde).

A Fisioterapia atual está alicerçada em evidências científicas e ocupa hoje um lugar de destaque entre as inúmeras profissões da área de saúde. A profissão vem se aprimorando de forma a desenvolver, paulatinamente, novos métodos de tratamento, o que tem levado seus profissionais a buscarem uma melhor qualificação de seu trabalho e maior participação no ensino e na pesquisa.

O cenário atual mostra, de um lado, esta importante expansão das diretrizes para a prática fisioterapêutica como forma de monitorar e garantir excelência na assistência e, de outro lado, dificuldades para a implementação e o desenvolvimento de protocolos fisioterapêuticos, em decorrência da limitação imposta de investimentos na qualificação profissional e em tecnologia científica para o aprimoramento da assistência fisioterapêutica.

Com base na lógica do empreendedorismo social, a Fisioterapia brasileira também tem o seu foco na saúde da população, com o dever de oferecer-lhe o melhor em qualidade técnica e tecnológica. Desta forma, fisioterapeutas, entidades de classe congêneres, representantes governamentais e não-governamentais da saúde da população brasileira, entre outros, têm uma responsabilidade social a cumprir, tornando disponível aos sistemas de saúde público e suplementar uma assistência fisioterapêutica amplificada e qualificada.

A SOCIEDADE BRASILEIRA É DIGNA DE UMA ASSISTÊNCIA FISIOTERAPÊUTICA DE QUALIDADE, LOGO SE FAZ URGENTE A VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL FISIOTERAPEUTA.

Portanto, a atitude necessária para preservar uma assistência fisioterapêutica digna à população brasileira será a IMPLANTAÇÃO IMEDIATA, nos sistemas de saúde público (SUS) e suplementar (planos de saúde), do novo REFERENCIAL NACIONAL DE HONORÁRIOS FISIOTERAPÊUTICOS (RNHF), homologado pelo Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO).
CLIQUE AQUI PARA ASSINAR

Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito) - 2009

4 comentários:

Carol Dias disse...

Olá. Gostei muito desta carta aberta. Como faço para ter acesso a nova tebela de honorários? Obrigado.

Éverton Reis Carvalho disse...

Ola meninas, parabens pelo Blog, agora sou seguidor de voces, quando puderem visitem o meu blog tambem. Sou Fisioterapeuta em São Paulo, podemos manter contatos..
Abração..

o Blog é: http://www.tomfisioterapeuta.blogspot.com

FisioSaúde disse...

Olá Carol.

Dá uma conferida no site do Coffito... lá tem tudo o que você precisa sobre regulamentação da Fisioterapia.

Aqui está o link dos Honorários:
http://www.coffito.org.br/conteudo/con_view.asp?secao=32

Volte sempre!

FisioSaúde disse...

Oi Éverton,

é um prazer tê-lo como seguidor do nosso blog... Aproveite bem o nosso conteúdo!!

Seu blog também é muito bom... Parabéns!

Seja sempre bem-vindo!